Criando um backup consistente

Para criarmos um backup consistente de nosso banco de dados primeiramente devemos imaginá-lo desligado.
( o banco de dados Oracle não dará problema fazendo um backup durante sua execução, porém para ter uma base consistente e confiável é sugerido fazer ao menos uma vez um backup consistente )

Por que desligado?


A Oracle denomina os backups consistentes ( com base desligada ) como COLD, CONSISTENT ou CLOSED.
Enquanto a base de dados está desligada, temos algumas garantias que nenhum processo oracle estará gravando nos arquivos e nenhum checkpoint novo aparecerá.
Nenhuma transação ficará incompleta no redo e nada para fazer …

O único risco é do sistema operacional resolver meter o dedinho nos arquivos, mas isso é “dificil”.

Portanto, não existindo nenhuam escrita nos arquivos do banco e considerando que ele foi desligado corretamente ( com shutdown immediate da vida ) temos um conjunto de arquivos consistentes 🙂

Chega de enrolação, vamos fazer nosso backup CONSISTENTE!

Primeiramente vamos parar nosso maravilhoso banco de dados 🙂

Procure seu programa “rman” ( usualmente em $ORACLE_HOME/bin/rman )

Com o rman podemos iniciar e parar a instancia como no sqlplus, mas primeiro vamos conectar na instancia em execução:

RMAN> connect target sys/<SENHA>

Aproveite para desligar o banco e inicia-lo em estado MOUNT

RMAN> shutdown immediate;
RMAN> startup mount;

Agora vamos começar nosso backup, por padrão o oracle sempre grava os backups na flash_recovery_area. ( Não se preocupe, quando voce começar a
fazer o backup verá onde os arquivos estarão sendo gravados 🙂 )

RMAN> backup as backupset database;

Vai demorar um pouco…. mas não desista, e depois de acabar não esqueça de subir sua base de dados!

RMAN> alter database open;

PRONTOOOOO Backup feito, mas lembre-se nenhum backup será útil se não for testado e usado!

Deixe uma resposta